EndereçoAlameda dos Maracatins 1.217, cj. 515 - Moema - São Paulo

Português Dia Internacional do Biodiesel

Um dia que merece nosso respeito

A história do biodiesel data de 1895, quando dois visionários, Rudolf Diesel e Henry Ford, descobriram nos óleos vegetais um combustível e um caminho para o desenvolvimento Industrial.
Passados mais de 100 anos, a associação dos óleos vegetais com o álcool, em um processo químico conhecido como transesterificação, pode viabilizar o novo combustível de origem renovável: o Biodiesel.

Combustível renovável e limpo que não agride o meio ambiente e possui importantes funções sociais e econômicas para o Brasil e para o mundo!

Desenvolvimento sustentável e inclusão social – forte demonstração disto, acontece na região sul do Brasil onde 40% dos grãos utilizados para a produção do biodiesel vêm da agricultura familiar, auxiliando aproximadamente 75 mil famílias todos os anos.

Além de muito atrativo economicamente, o biodiesel é:
– Vetor de qualidade ambiental;
– Emite 98% menos CO2 do que o petróleo, não é tóxico, é cem vezes mais biodegradável que o óleo diesel comum.
– Contribui para a redução do efeito estufa.
– Possibilita a utilização dos créditos de carbono vinculados ao mecanismo de desenvolvimento limpo, decorrentes do protocolo de Kioto, e o uso de terras inadequadas para a produção de alimentos.

No Brasil, a criação do Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel (PNPB), em 2004, marca o início da produção e uso de biodiesel no país.

A Lumina parabeniza todos os produtores de Biodiesel brasileiros e se orgulha de fazer parte desta trajetória, desde o inicio do projeto de Biodiesel no Brasil até o presente, exportando Glicerina (subproduto da produção de Biodiesel).

Fontes:
– Caiado Goodyear
– Cartilha Biosiesel, Ministério da Educação professional e Tecnologia (http://portal.mec.gov.br/setec/arquivos/pdf/cartilha_biodiesel.pdf)

Lumina 2020. Todos direitos reservados.

Criado por LL Marketing Digital. Todos direitos reservados.

Translate »